Marcieli Logo

Blog

  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Tratamento fisioterapêutico em esteatonecrose
  • Compartilhe:

Tratamento fisioterapêutico em esteatonecrose

A fisioterapia pode ser uma opção de tratamento conservador de esteatonecrose

O post de hoje é um relato de caso de uma paciente com esteatonecrose na mama esquerda.

Procurou tratamento em meu consultório para tratar um “caroço” que a incomodava e limitava sua vida.

Segundo informações fornecidas pela paciente, ela recorreu a cirurgia plástica para realizar uma mastoplastia com inclusão de prótese mamária.

Após um período de muita dor e limitação funcional da mama e braço esquerdo e muitas tentativas de tratamentos com medicação e fisioterapia sem sucesso, o médico optou pela retirada da prótese para tentar reverter o quadro de dor.

Após a retirada da prótese a dor não melhorou e o “caroço” não diminuiu. Durante consulta foi apresentado uma ressonância magnética com diagnóstico de ESTEATONECROSE).

A paciente relatava uma imensa decepção com a Cirurgia realizada e com o resultado estético da cirurgia.

Apresentava um histórico de muita dor na mama esquerda, limitação de movimento do ombro esquerdo, diminuição das AVD’s (atividades de vida diária) e laborais.

No momento da consulta, a paciente não tinha esperança de que algum dia a dor fosse eliminada do seu dia a dia, mas achou válido realizar a última tentativa antes de “aceitar” sua condição clínica como definitiva.

O tratamento fisioterapêutico foi desenvolvido tendo como base do tratamento a terapia manual (LTF – liberação tecidual funcional) e conceito maitland.

Após 05 atendimentos a paciente teve alta da fisioterapia apresentando melhora da amplitude de movimento, sem relato de dor e AVD’s totalmente restabelecidas.

Também foi possível, através de uma ecografia, constatar a diminuição do tecido evidenciado na foto (esteatonecrose).

Também houve redução do tamanho do “caroço” à palpação.

Este case, é um pequeno relato dos benefícios que o tratamento fisioterapêutico pode proporcionar aos pacientes após intercorrências e/ou complicações pós-operatória.

A fisioterapia pode melhorar a qualidade de vida dos pacientes submetidos à cirurgia plástica e contribuir para que o resultado estético seja alcançado.

Aos cirurgiões fica o meu apelo, podemos sim trabalhar juntos para proporcionar qualidade de vida e resultado ao paciente.

A fisioterapia evoluiu muito e há muitas situações que podem ser resolvidas sem uma nova intervenção cirúrgica.

ESTEATONECROSE da mama é um processo patológico que ocorre quando há saponificação localizada  de gordura. É um processo inflamatório benigno que está se tornando cada vez mais comum devido à cirurgia conservadora da mama e aos procedimentos de mamoplastia. (fonte: https://goo.gl/yZaVcM)

Embora, não há relatos na literatura do tratamento fisioterapêutico em esteatonecrose os resultados obtidos foram extremamente satisfatórios. Entretanto, é necessário continuarmos a estudar e para buscarmos mais evidências.

Consulte o fisioterapeuta!!!


Dra. Marcieli Martins

Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional

Comentários

  • Compartilhe: