Marcieli Logo

Blog

  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Cirurgia Plástica perfeita: é possível alcançar?
  • Compartilhe:

Cirurgia Plástica perfeita: é possível alcançar?

Cirurgia Plástica perfeita é o desejo de todos os pacientes. Mas, afinal é possível?

A cirurgia plástica embora, na maioria dos casos, seja um procedimento para fins estéticos, é um procedimento sujeito aos riscos cirúrgicos.

A medicina tem avançado muito, sendo que exames, medicações, meias e modeladores são utilizados com o objetivo de evitar algumas complicações que podem comprometer o procedimento cirúrgico.

A fisioterapia se apresenta com uma alternativa aos colegas médicos que se preocupam com o resultado final da cirurgia e não com procedimento cirúrgico apenas.

O pós-operatório deve ser acompanhado pelo Cirurgião Plástico e desenvolvido pelo profissional responsável pelo processo de reabilitação: o fisioterapeuta. Esse deve estar preparado para conduzir a reabilitação e favorecer que o resultado almejado com a Cirurgia Plástica seja alcançado.

A fisioterapia pode contribuir para o sucesso da Cirurgia Plástica?

Sim, a fisioterapia pode minimizar intercorrências e complicações como o edema (inchaço), seroma, hematoma, fibrose, aderências, deiscência de sutura, restrição ao leito, redução da amplitude de movimento, e ainda favorecer o retorno ao trabalho e/ou as atividades diárias sem prejuízo ao procedimento realizado.

Cirurgia Plástica Perfeita inclui uma série de etapas que deve ser cumpridas com sucesso e envolve desde o pré-operatório, escolha do cirurgião, realização de exames, aquisição de medicamentos, meias e modeladores, bem como a escolha do local para realização do procedimento, cuidados pós-operatórios e estabelecer alguns critérios para a escolha do fisioterapeuta.

A atuação no pós-operatório tem sido aprimorada por um grupo de profissionais fisioterapeutas dedicados a desenvolver a fisioterapia em cirurgia plástica na sua essência e a cada vez mais desenvolvida com mais especificidade.

Investir em bom pós-operatório deve ser uma preocupação dos pacientes e também do cirurgião que almejam umacirurgia bem sucedida.

A fisioterapia pode estar presente no pré-operatório, intraoperatório e no pós-operatório imediato e tardio. Ao contribuir para que intercorrências e complicações seja cada vez menos recorrente, ela é uma grande aliada para alcançar a Cirurgia Plástica Perfeita.


Dra. Marcieli Martins

Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional

Comentários

  • Compartilhe: