Marcieli Logo

Blog

  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Pesquise sobre o profissional que realizará o seu pós-operatório
  • Compartilhe:

Pesquise sobre o profissional que realizará o seu pós-operatório

Atualmente há muitas profissões atuando com pós-operatório, mas afinal por que o fisioterapeuta é o profissional melhor preparado para essa atuação?

De acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), a Fisioterapia é uma ciência da Saúde que estuda, previne e trata os distúrbios cinéticos funcionais intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano, gerados por alterações genéticas, por traumas e por doenças adquiridas. Fundamenta suas ações em mecanismos terapêuticos próprios, sistematizados pelos estudos da Biologia, das ciências morfológicas, das ciências fisiológicas, das patologias, da bioquímica, da biofísica, da biomecânica, da cinesia, da sinergia funcional, e da cinesia patologia de órgãos e sistemas do corpo humano e as disciplinas comportamentais e sociais.

O Fisioterapeuta é o profissional de Saúde, devidamente registrado em seu Conselho Regional, com formação acadêmica superior, habilitado à construção do diagnóstico dos distúrbios cinéticos funcionais (Diagnóstico Cinesiológico Funcional), à prescrição das condutas fisioterapêuticas, a sua ordenação e indução no paciente, bem como, o acompanhamento da evolução do quadro clínico funcional e as condições para alta do serviço.Trata-se de uma profissão da Saúde regulamentada pelo Decreto-Lei 938/69.

Ao realizar uma cirurgia, é inevitável o trauma ou lesão aos tecidos. Seja plástica, vascular, oncológica, cesárea, ortognática, laparotomia entre tantas outras, é necessário que o paciente seja submetido ao processo de reabilitação para que todas as funções orgânicas sejam restabelecidas.

Por conta disso, o tratamento fisioterapêutico se diferencia da atuação de outras profissões que atuam principalmente no pós-operatório de cirurgias plásticas. O fisioterapeuta é o profissional preparado para identificar e tratar todas as alterações, intercorrências e complicações que podem fazer parte do pós-operatório.

Nesse estágio, a atuação do profissional fisioterapeuta não deve ser baseada somente em uma técnica, como por exemplo realizar somente drenagem linfática manual.

O alerta de hoje é: fisioterapia pós-operatória não é o mesmo que realizar sessões de drenagem linfática.

É importante que os pacientes e cirurgiões compreendam que a atuação do fisioterapeuta irá favorecer o resultado estético contribuindo com a redução da dor, deiscências de cicatrizes, formação da fibrose, edema, restrição ao leito, entre muitos outros benefícios de ser acompanhado por um profissional habilitado e preparado para a reabilitação.

O fisioterapeuta atuará para completa recuperação do paciente operado tratando todas as estruturas acometidas bem como as áreas adjacentes que podem ser acometidas durante o pós-operatório.  Exemplo: dor lombar após abdominoplastia ou até mesmo do cérvico-torácica após cirurgias de mamas.

A fisioterapia pode ser iniciada desde o pré-operatório, intraoperatório (atendimento no centro cirúrgico) e o acompanhamento durante todo o pós-operatório até a alta. O tratamento dura em média 5-8 atendimentos dependendo da cirurgia realizada.

Não entregue o resultado da sua cirurgia nas mãos de qualquer profissional.

Invista na sua cirurgia.
Faça fisioterapia.


Dra. Marcieli Martins
Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional

Rua Nunes Machado, 472, sala 801.

Curitiba-PR.

contato@marcielimartins.com.br

(41) 9 9999-8278.

Comentários

  • Compartilhe: