Marcieli Logo

Tratamento

  • Home
  • >
  • Tratamentos
  • >
  • Fisioterapia no intraoperatório de cirurgia plástica

Fisioterapia no intraoperatório de cirurgia plástica

A fisioterapia no intraoperatório de Cirurgia Plástica  é algo novo para cirurgiões e para muitos fisioterapeutas.

Os primeiros relatos dessa atuação ocorreram em 2015 e consiste na aplicação de bandagem elástica pelo fisioterapeuta ainda no centro cirúrgico.

Embora seja um tratamento recente, os resultados alcançados são extremamente satisfatórios e tem despertado o interesse de muitos cirurgiões que desejam proporcionar aos pacientes um pós-operatório menos doloroso e com menos intercorrências.

Para o paciente que deseja ter uma recuperação mais rápida, o tratamento intraoperatório torna-se indispensável.

A atuação fisioterapêutica minimiza as intercorrências comuns no pós-operatório de cirurgia plástica como o edema (inchaço) e as equimoses (roxos).

Outro benefício, que deve ser destacado, é o maior controle da região que foi lesionada, pois através do uso adequado de bandagens elásticas, uso correto de cintas (modeladores) e placas, o paciente tende a ser beneficiado com menor quantidade e gravidade das fibroses.

Como funciona o tratamento fisioterapêutico intraoperatório?

É uma escolha de tratamento que deve ser feita de comum acordo com o cirurgião plástico. O médico deve conhecer e entender os benefícios que serão alcançados com o tratamento intraoperatório.

Por outro lado, é  importante frisar que para ser realizado a aplicação das bandagens em centro cirúrgico, o fisioterapeuta necessita dominar a técnica, bem como  ter experiência com o uso de bandagens para que dessa forma,  os resultados mencionados acima sejam atingidos e em caso de intercorrências com a aplicação o profissional saiba como agir e dar sequência ao tratamento pós-operatório.

O tratamento intraoperatório é o início de um programa de tratamento que deverá ser desenvolvido pelo fisioterapeuta e não dispensa o tratamento  pós-operatório.

O cirurgião, como responsável pelo centro cirúrgico, deverá autorizar a entrada do fisioterapeuta ao término da cirurgia para que o tratamento seja desenvolvido (antes da colocação do modelador ou das ataduras).

O paciente utilizará cinta modeladora e placas de contenção. A realização do tratamento intraoperatório não alterará essa conduta.

Qual o investimento do tratamento fisioterapêutico intraoperatório?

O valor pode variar de acordo com a cirurgia que será realizada e o deslocamento do fisioterapeuta. O ideal é agendar uma consulta para que todos os detalhes do procedimento sejam esclarecidos.


Dra. Marcieli Martins

Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional

  • Compartilhe: