Dra. Marcieli Martins - Fisioterapia Dermatofuncional Curitiba

  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Contenção nas cicatrizes: por que utilizar?

Contenção nas cicatrizes: por que utilizar?

cuidados com as cicatrizes abdominoplastias

Como a contenção nas cicatrizes pode ajudar no resultado estético?

A contenção nas cicatrizes é considerada pelos especialistas como uma excelente alternativa para que a cicatriz se mantenha “fininha”.

Vamos falar sobre isso?!

Tudo na vida é importante o equilíbrio e com as cicatrizes não é diferente.

Ao realizar um procedimento cirúrgico, principalmente, nas cirurgias estéticas, um dos principais medos relatados pelos pacientes é que a cicatriz não evolua bem e venha comprometer o resultado final da cirurgia.

Entre as complicações envolvendo as cicatrizes podemos destacar:

1. Cicatriz hipertrófica:

Cicatrizes hipertróficas consistem em cicatrizes elevadas, tensas e em geral, ficam restritas à área da lesão.

São frequentemente confundidas com queloide.

2. Cicatriz queloide:

Queloide é um crescimento anormal de tecido cicatricial que se forma no local de um traumatismo, corte ou cirurgia de pele.

É uma alteração benigna, portanto sem risco para a saúde, na qual ocorre uma perda dos mecanismos de controle que normalmente regulam o equilíbrio do reparo e regeneração de tecidos.

É como se uma cicatrização não soubesse quando parar de produzir novo tecido.

Ao contrário de outras cicatrizes elevadas, chamadas cicatrizes hipertróficas, os queloides crescem sem respeitar os limites da ferida original.

conforme mencionado acima o queloide não deve ser com cicatriz hipertrófica, pois essas são muito mais comuns e, apesar de se apresentar elevada e endurecida, ela mantém restrita a margem da cicatriz e tendem a melhorar mais rápido com o tratamento adequado.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia.

3. Deiscência de cicatriz:

A deiscência de cicatriz trata-se da abertura de um ou mais pontos. Pode ser resultado de reações inflamatórias dos pontos, infecção ou até mesmo movimentação excessiva.

A deiscência pode ser controlada através do acompanhamento fisioterapêutico.

4. Aderência de cicatriz:

A aderência da cicatriz é resultado da falta de mobilidade entre os tecidos. Ao ser instalada o tecido retrai, comprometendo a estética e a funcionalidade dos tecidos supercilias e profundos.

A fisioterapia manual pode tratar a aderência, devolvendo mobilidade e otimizando o resultado estético.

Por que manter a cicatriz sob contenção?

A maior causa da formação de cicatriz hipertrófica, ou seja, cicatriz elevada que erroneamente é confundida como queloide, é o desequilibro de forças internas (intrínsecas) e forças externas (extrínsecas).

Para manter o equilíbrio da cicatriz, durante o tratamento fisioterapêutico, toda carga mecânica ao redor da cicatriz deve ser controlada e uma excelente alternativa para também manter o equilíbrio é o uso da contenção nas cicatrizes.

A contenção pode ser feita com micropore ou taping.

Invista na sua cirurgia!

Faça fisioterapia!


Dra. Marcieli Martins
Fisioterapeuta Dermatofuncional
Tratamento especializado em pós-operatório de cirurgias plásticas e fibrose e aderências cicatriciais
CREFITO 8 – 135395/F

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *