Dra. Marcieli Martins - Fisioterapia Dermatofuncional Curitiba

  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Pós-operatório de prótese mamária

Pós-operatório de prótese mamária

Prótese mamária: a fisioterapia pode fazer a diferença no pós-operatório

Após inclusão de prótese mamária alguns cuidados podem influenciar na evolução do pós-operatório. Abaixo você confere dicas para contribuir com sucesso da cirurgia.

15 dicas para o cuidado do paciente submetido a cirurgia de prótese mamária

  1. Evitar banho quente por, pelo menos, 15 dias. O calor faz vasodilatação e pode contribuir com o aumento do edema;
  2. Não se expor ao sol por, no mínimo, 30 dias ou enquanto houver áreas roxas e/ou amareladas;
  3. Não exceder a amplitude de movimento orientada pelo fisioterapeuta;
  4. Não realizar atividade física sem liberação. Em média, 30 dias para retornar às atividades físicas de MMII (pernas);
  5. Evitar movimentos bruscos e pesos;
  6. Dormir com a barriga para cima, em média, por 21 dias (caso tenha ocorrido alguma intercorrência, aguardar liberação);
  7. O uso do sutiã pós-cirúrgico é utilizado, em média, por 30 dias. Após esse período, o paciente deve evitar sutiãs com aros (nos casos de incisões no sulco);
  8. Usar hidrantes específicos melhora a qualidade da pele e ameniza o surgimento de estrias. O ideal é iniciar com o tratamento no pré-operatório;
  9. Procure um fisioterapeuta que trate não apenas do inchaço, mas de todas as estruturas envolvidas no processo cirúrgico como pele, subcutâneo, músculos e articulações;
  10. Em casos de associação de lipoaspiração da região axilar, deve ser tratado todo o excesso de cicatrização (fibrose);
  11. Fibrose não tratada gera dor, diminuição dos movimentos e comprometimento do resultado estético.
  12. Usar pomadas*, fitas de silicone*, bandagem elástica, entre outros, podem ser utilizados para evitar/tratar cicatriz hipertrófica. *o uso de pomadas e fita de silicone, normalmente, é prescrito pelo cirurgião plástico. Siga as orientações do seu médico e do seu fisioterapeuta.
  13. O uso da faixa pós-cirúrgica não indicada para todos os pacientes. Siga as orientações dos profissionais envolvidos;
  14. Na cirurgia de inclusão de prótese mamária submuscular, é mais comum, maior comprometimento dos músculos peitoral maior e menor, bem como o aumento de tensão do músculo ECOM (esternocleidomastóideo). Tratar todas essas estruturas minimizará a dor e a limitação de movimento, consequentemente, um pós-operatório menos traumático.
  15. A fisioterapia é fundamental para condução do pós-operatório e sucesso da cirurgia. Seja criterioso ao escolher o profissional que fará a reabilitação. Realize tratamento fisioterapêutico pós-operatório de Cirurgia Plástica e não drenagem linfática manual. Profissionais que realizam apenas drenagem linfática manual após prótese de mama oferecem um tratamento incompleto. A fisioterapia tem muito mais a contribuir no processo de recuperação.

Ótima recuperação!


Dra. Marcieli Martins

Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *