Dra. Marcieli Martins - Fisioterapia Dermatofuncional Curitiba

  • Home
  • >
  • Blog
  • >
  • Uso de taping no pós-operatório

Uso de taping no pós-operatório

Você já deve ter visto aquelas “fitinhas” coloridas.

Taping no pós-operatório tem conquistado muitos pacientes, cirurgiões plásticos e fisioterapeutas.

Você sabia que o taping também podem ser utilizadas em cirurgias plásticas, oncológicas, pós-cesáreas, ortognáticas e vasculares?

O uso de taping em cirurgias pode ser utilizado de duas formas, o taping compressivo e o taping linfático.

Este texto abordará apenas o taping compressivo pois é a aplicação que eu tenho utilizado minha prática clínica no tratamento intraoperatório e pós-operatório das cirurgias mencionadas acima.

Por que usar o taping no pós-operatório e intraoperatorio?

Ao utilizar a aplicação do taping compressivo em cirurgias, o objetivo é reduzir o espaço morto gerado pelo trauma cirúrgico e aproximar/conter o tecido.

Com essa aplicação toda região operada passa a ser contida e dessa forma os resultados são surpreendentes.

Conhece a aplicação intraoperatória?

A aplicação realizada ainda em centro cirúrgico, também chamada de tratamento intraoperatório tem se apresentado como uma excelente alternativa para minimizar o edema (inchaço) e evitar as equimoses (presença de áreas roxas). Também pode ser utilizado para comprimir áreas onde o modelador não tem compressão, exemplo, região pubiana. Outra possibilidade é utilizá-las para tirar a tensão do tecido próximo às cicatrizes e dessa forma evitar deiscências (abertura de pontos) no pós-operatório.

O tratamento com taping compressivo em centro cirúrgico tem sido um importante aliado aos pacientes que desejam resultados rápidos e resolutivos.

O taping compressivo subtitui o uso do modelador?

Não se recomenda que o taping substitua o uso do modelador, porém pode ser utilizado de forma conjunta.

Não fiz o intraoperatório! Posso utilizar o taping no pós-operatório?

O taping compressivo também pode ser utilizado no pós-operatório como tratamento coadjuvante para acelerar a resolução do inchaço e reabsorção das equimoses, prevenir que os pontos abram por tensão exacerbada das cicatrizes, prevenção de alargamento de cicatrizes, prevenção de cicatriz hipertrófica e ainda após punção do seroma.

Qual a melhor cor do taping para utilizar?

Outro ponto que vale ser abordado são as variedades de cores que existem no mercado e tem gerado dúvidas entre os pacientes se há alteração de tensão de acordo com a cor. Vale alertar que independente da cor a tensão do material é a mesma.

Entretando, é importante que o profissional adquira somente produtos com qualidade e com registro na anvisa.

O que possibilita os resultados satisfatórios é a qualidade da fita e a forma com que ela é aplicada.

O uso de taping em cirurgias plásticas exige conhecimento da fisiologia, anatomia, bem como conhecer todas as aplicabilidades desse material.

 Utilizar desse recurso não é simplesmente “colar” as fitas, para que o tratamento seja bem sucedido existem particularidades que precisam ser respeitadas, tanto do material como da aplicação.

O uso do taping substitui a fisioterapia pós-operatória?

Outro ponto importante a ser informado é que o uso do taping, intraoperatório ou pós-operatório, não dispensa o tratamento fisioterapêutico.

É um excelente recurso, porém não deve ser utilizado de forma isolada.

Quer ter o benefício desse tratamento na sua cirurgia?

Consulte o fisioterapeuta especializado.

Invista na sua cirurgia.

Faça fisioterapia.


Dra. Marcieli Martins

Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional

Tratamento especializado em pós-operatório, fibroses e aderências cicatriciais.

CREFITO 8 – 135395/F

Comentários

4 respostas para “Uso de taping no pós-operatório”

  1. ELAINE RAMALHO disse:

    Olá gostaria de saber sobre curso de de taping no pós operatório..informações

    • marci martins disse:

      Olá Elaine td bem?
      A agenda de cursos já está disponível aqui no site na aba cursos.
      Os cursos são direcionados aos fisioterapeutas e acadêmicos do último ano de fisioterapia.
      O curso de formação contempla taping, entretanto, temos um curso apenas de taping para os profissionais que já fizeram o curso de formação e desejam continuam se atualizando.

      Qualquer dúvida estou à disposição.

      Dra. Marcieli Martins

  2. Gabriela Menezes disse:

    Tenho interesse no curso.. gostaria de saber valor?

    • marci martins disse:

      Olá Gabriela td bem?
      Na aba cursos vc pode encontrar todas as turmas abertas.
      Os cursos são exclusivo para fisioterapeutas ou acadêmicos do último ano de fisioterapia.
      Qualquer dúvida você pode fazer contato por whats também.

      Abraços

      Dra. Marcieli Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *