Dra. Marcieli Martins - Fisioterapia Dermatofuncional Curitiba

Como tratar seroma?

Seroma tem tratamento?

Tratar seroma: qual profissional realizará o tratamento?

Como tratar seroma é uma dúvida comum a muitos pacientes.

Antes de falarmos do tratamento é importante definirmos o que é seroma.

O seroma é definido pelo acúmulo de líquido no subcutâneo e está presente nos mais diversos procedimentos cirúrgicos.

Embora seja considerado uma complicação do processo cirúrgico, não se trata de um erro.

Quanto maior for a manipulação dos tecidos durante a cirurgia maiores serão as chances do paciente desenvolver seroma.

Como reduzir as chances do seroma acontecer?

Para minimizar as chances disso acontecer, muitos cirurgiões optam pelo uso do dreno associado ao uso da cinta modeladora, placas de contenção, além do tratamento fisioterapêutico intraoperatório e a fisioterapia pós-operatória.

É importante salientar que a quantidade, ou seja, volume presente determinará a conduta a ser adotada pelo cirurgião plástico e pelo fisioterapeuta.

Outro ponto importante a ser enfatizado é que o acúmulo de líquido pode estar em um ou mais locais e também com diferentes volumes.

Quando o volume for relativamente pequeno,  em geral,  a compressão local apresenta resultados satisfatórios.

Por outro lado, se o volume for significativo será necessário que o cirurgião realize a punção para remoção do líquido.

Contudo, mesmo após a punção um novo volume pode ser formado.

Fisioterapia no tratamento do seroma

É fundamental que o fisioterapeuta esteja atento a evolução do quadro e sempre que necessário otimize a compressão da região. Dessa forma, a fisioterapia contribuirá com a resolução o mais rápido possível.

“Seromas” não tratados tem grandes chance de “organizar”e uma reação de “proteção” é iniciada culminando no que chamamos de seroma encapsulado.

Obs: o tratamento do seroma encapsulado será abordado em outro post.

Acompanhe o blog e fique por dentro de tudo que acontece no mundo do pós-operatório.

Tem alguma dúvida?

Deixe o seu comentário.

Dra. Marcieli Martins

Especialista em fisioterapia dermatofuncional

Tratamento especializado em pré, intra e pós-operatório, fibroses e aderências cicatriciais.

Comentários

4 respostas para “Como tratar seroma?”

  1. Sabrina disse:

    Olá boa tarde , então eu fiz um procedimento com silicone industrial nos glúteos , nos primeiros meses não tive complicação , mas por estrias me aconselharam a fazer bronzeamento artificial, assim elas ficariam escondidas , o problema que depois de algumas sessões de bronzeamento minha bunda ficou toda manchada com placas vermelhas escuras em várias partes , manchas escuras e grandes , gostaria de informações o que eu poderia estar fazendo pra melhor , aguardo ansiosa ! Desde já obrigada

  2. Eliziane soares disse:

    Fiz cirurgia do intestino no dia 11 de agosto de 2021 no 4 dia começou a ter febre de 39 graus passei três dias de febre,quando o médico me examinou minha barriga tava toda vermelha e quente,e no dia seguinte começou a sair líquido então o cirurgião abriu de um lado e do outro lado,e começou a sair todos os dias fazendo compressão,e até hoje continuo fazendo curativos e drenando,mas já tou com 18 dias que sai o seroma e cada dia sai bastante líquido, não vejo diminuir será que parar com 21 dias?

    • marci martins disse:

      Olá Eliziane.
      Espero que já esteja melhor.
      O ideal é ponderar com o seu médico uma forma de otimizar a compressão.
      Compressão associada a medicações prescritas fazem efeito.
      Na torcida para que fique tudo bem o mais breve possível.

      Dra. Marcieli Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *